domingo, 27 de abril de 2014

Mais efeitos colaterais...


Quando comecei esse blog, inicialmente, meu diagnóstico era depressão moderada e ansiedade generalizada. Eu sabia que havia algo de muito diferente comigo, mas não entendia o que. Ao final de 2014 foi confirmada que todos meus sintomas e graves crises, na verdade, eram parte do que a psiquiatria chama de transtorno da personalidade borderline e, enfim, a partir de 2015 eu pude encontrar o tratamento correto


Não há mais enjoo, nem dor de cabeça, nem sensação de desequilíbrio. Aí você acha que seu corpo e seu cérebro se acostumaram com os remédios, mas nada é de graça. Eu perdi a fome, sinto tremores e muita fraqueza após passar por algum estresse, e muito sono principalmente depois de comer. E a indiferença continua... Eu continuo apática, não sinto nada, e quando sinto é demais. Tenho crises de choro constantes, me sinto mal e continuo querendo ficar isolada... Além disso meu estômago dói quase o tempo todo. Eu tive uma forte crise de raiva, tentei me matar mais uma vez... Até que comecei a meditar novamente. Em vez de deixar minha mente entrar num círculo vicioso de raiva, eu tentei silenciá-la, foi difícil, mas eu consegui e foi uma sensação muito boa estar dissolvida no universo e não haver mais desespero, dor e sofrimento. Eu estava em contato com o que havia de mais profundo dentro de mim, meu Eu verdadeiro, aquele que é, aquele que sabe e eu percebi que sou mais forte do que eu pensava e que eu cheguei até aqui por mérito próprio e caí por um acaso, mas, uma hora ou outra eu vou ficar bem. É uma certeza que tenho. Não sei como ou porque, mas eu sei que vou ficar bem. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar, apenas não seja grosseiro.
Se quiser me escrever, envie e-mail para blogenlouqueser@gmail.com , mensagens hostis/sem propósito não serão respondidas.

Pesquisar este blog